SC registrou 2,8 mil casos de violência contra idosos em três anos, 106 em Tubarão na última década

Nos últimos três anos Santa Catarina registrou 2.844 casos de violência contra idosos. Os dados são do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sisan) divulgadas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC).

Segundo a Dive/SC, do total de notificações, 757 foram autoprovocadas e 1.978 interpessoais. As mulheres idosas são as mais sofrem violência: 58,6%. O percentual de casos com idosos é de 41,4%. Aqui em Tubarão nos últimos dez anos foram registrados 106 casos de violência contra idosos, apesar dos números parecerem baixos, de acordo com Caroline Young Yanes, enfermeira da Dive, os registros simbolizam apenas 10% do que realmente acontece no país.

As violências interpessoais ocorrem com mais frequência com idosos com idade entre 60 e 69 anos. Na maioria dos casos, é praticada por pessoas próximas a eles, como filhos e parceiro íntimo. Os idosos que tiveram os casos notificados sofreram violências físicas, psicológica e moral, seguidas das lesões autoprovocadas e negligências ou abandono, conforme o levantamento da Dive/SC.

Em caso de suspeita ou confirmação de violência contra idosos é importante que se denuncie.

Foto: Mircea Lancu/Pexels

Por Patrícia Amorim

Compartilhe com seus amigos!